Últimas do blog

Tag Archives: contos

O Estranho Computador do Senhor Bartolomeu

(uma história “Além da Imaginação”) Gil DePaula Olhe bem de perto e verá que o Sr. Bartolomeu é uma figura única. Magro, as pernas dentro de uma calça jeans folgada que ele, invariavelmente, usava por uma semana. A camisa quadriculada pertencia a uma coleção de camisas do mesmo naipe, fazendo parecer que ele sempre usava a mesma. Sobre a camisa ...

Leia Mais »

Cornucópia – Um Conto do Livro “O Baú das Histórias Inusitadas”

CORNUCÓPIA   Era a terceira vez. Era a terceira vez, mas de alguma forma ainda doía. Da primeira bem me lembro. E como esquecer? Me casei aos vinte anos. E que merda! Quando você se casa aos vinte anos, aos quarenta fica se perguntando sobre as farras que deixou de fazer. Das viagens não desfrutadas com a turma. Das mulheres ...

Leia Mais »

Bolas & Rodas

Por Gil DePaula   Dedico esta história a todos aqueles que têm dificuldades de locomoção e, infelizmente, não possuem seus direitos respeitados.   BOLAS E RODAS   Abraços, pulos, socos no ar, dancinhas, era apenas a extravasão daquele momento único, e cada um o fazia do seu jeito. O que eu sentia, naqueles instantes, somente podia ser comparado ao orgasmo. ...

Leia Mais »

“ZERO-UM”

Baseado em uma história verídica Por Gil DePaula   Ela sentia-se imensamente feliz. Tão feliz que até lhe dava medo. Marília nunca havia visto tão boas qualidades em uma única pessoa. Inteligente, parceiro, dedicado, esposo amoroso, extremamente correto, em resumo; Wellington era um ser brilhante do ponto de vista pessoal e profissional. Ele sempre era o primeiro em tudo que ...

Leia Mais »

Feio… Era Pouco – Baseado na Obra de Nelson Rodrigues

Por Gil DePaula   Amigos leitores, a história que vocês irão ler a seguir é uma recriação de um conto de Nelson Rodrigues chamado Feia Demais. Se me atrevo a recontar essa história, somente se deve a minha profunda admiração pela obra do autor.   Feio… Era Pouco Há alguns anos, ela havia sido eleita Miss Brasília. E realmente era ...

Leia Mais »

“As Vidas de Maria Luiza” – Um Conto do Livro “O Baú das Histórias Inusitadas””

  AS VIDAS DE MARIA LUIZA   Vida A Maria Luiza olhou para o céu sobre o Lago Norte, e da sua rede que balançava a intervalos regulares admirou as miríades de estrelas. Aquela imensidão de astros brilhantes e belos lhe forçava a imaginar a origem de tudo aquilo. Perguntava-se, entre outras coisas, se haveria um ponto finito no universo, se ...

Leia Mais »

O Escravo – Uma História do Livro O Baú das Histórias Inusitadas

    O ESCRAVO   Primeiro foi o torpor que lhe invadiu, seguido da sensação de que o corpo se partia em mil pedaços. Em seguida, podia jurar pelos seus deuses africanos ou pelos santos dos brancos, que voara e voara, até que despencou ali. E ali, só podia ser um mau sonho. Morto não estava, pois sentiu a dor ...

Leia Mais »

Vermelho 27 – Um Conto do Livro “O Baú das Histórias Inusitadas”

Esta história é baseada na música (tango) de David Nasser e Herivelto Martins, e cantada por Nelson Gonçalves   VERMELHO 27   À sua passagem os cães ladraram fortemente, mas nem a insistência dos latidos perturbou aquele homem de uma esqualidez quase cadavérica, que nem o terno surrado enfeitado por um arremedo de gravata conseguia esconder. A face sugada e ...

Leia Mais »

Feliz Natal – Um Conto do Livro “O Baú das Histórias Inusitadas”

  FELIZ NATAL   Era uma vez um barraco de madeira tão pobre quanto os milhares de outros espalhados pela cidade-satélite de Taguatinga, ocupado pela minha família, uma família de rotos. Nasci em Monte Gordo na Bahia, bem como meus pais, minha irmã e meu irmão que nasceram antes de mim. Os dois mais novos deram sorte, foram paridos num ...

Leia Mais »

O Preconceituoso – Um Conto do Livro “O Baú das Histórias Inusitadas”

O PRECONCEITUOSO     A primeira demonstração que o pequeno Jonathan deu que seria um preconceituoso, ocorreu quando aos cinco anos seu pai o levou para o salão de barbeiro. No pequeno local onde, apenas, três barbeiros trabalhavam. Um jovem negro em torno dos seus dezoito anos, cortava o cabelo. Ao ver a tesoura agindo sobre o garboso “black power” ...

Leia Mais »