Últimas do blog

Brasil: O Que Significa Ser de Esquerda ou de Direita

ed3 Brasil: O Que Significa Ser de Esquerda ou de Direita

Origem dos termos

No século 18, durante as assembleias francesas, a burguesia procurava, com o apoio da população mais pobre, diminuir os poderes da nobreza e do clero. Quando então, foram cunhadas as ideologias “direita” e “esquerda”. Era a primeira fase da Revolução Francesa (1789-1799).

Os franceses montaram uma Assembleia Nacional Constituinte para criar a nova Constituição com a participação das camadas mais baixas da população. As camadas mais ricas detestaram a participação das mais pobres, e preferiram não se misturar, sentando separadas, do lado direito, com os mais pobres sentando do lado esquerdo. A partir do episódio, o lado esquerdo foi associado à luta pelos direitos dos trabalhadores, e o lado direito ao conservadorismo e à elite.

Inicia-se neste momento, a visão, de que ser de esquerda era lutar pelos direitos dos trabalhadores e da população mais pobre, promover o bem-estar coletivo e participar dos movimentos populares e sociais. Já a direita passa a representar uma visão mais conservadora, ligada a um comportamento tradicional, que busca manter o poder da elite e promover o bem-estar individual.

Com o tempo, as duas expressões passaram a ser usadas em outros contextos.

Após a queda do Muro de Berlim (1989), que pôs fim à polarização: Estados Unidos contra a União Soviética, um novo cenário político se delineou, criando um novo contexto, onde, as palavras ‘esquerda’ e ‘direita’ não dão conta de expressar a diversidade política do século 21. Isto não quer dizer que a divisão não faça sentido, apenas que ‘esquerda’ e ‘direita’ não são palavras que designam conteúdos perenes. Podem ser mutáveis e designar diferentes conteúdos conforme o tempo e a situação.

No Brasil, essa divisão se fortaleceu no período da Ditadura Militar, onde quem apoiou o golpe dos militares era considerado da direita, e quem defendia o regime socialista, de esquerda.

Com o tempo, outras divisões apareceram dentro de cada uma dessas ideologias. Hoje, os partidos de direita abrangem conservadores, democratas-cristãos, liberais e nacionalistas, e ainda o nazismo e fascismo na chamada extrema direita.

Na esquerda, temos os socialdemocratas, progressistas, socialistas democráticos e ambientalistas. Na extrema-esquerda temos movimentos simultaneamente igualitários e autoritários.

Temos ainda, a chamada posição de “centro”, que seria aquela que defenderia o capitalismo sem deixar de se preocupar com o lado social. A política de centro também pode ser chamada de “terceira via”, que idealmente se apresenta não como uma forma de compromisso entre esquerda e direita, mas como uma superação simultânea de uma e de outra.

Essas classificações estariam divididas no que podemos chamar de uma “cumbuca” ideológica:

Ideologia brasileira

ed2 Brasil: O Que Significa Ser de Esquerda ou de Direita

Nas eleições presidenciais e estaduais de 2014, o Brasil assistiu a uma onda de discursos agressivos, especialmente nas redes sociais, que se dividiam em dois lados: os de esquerda e os de direita, associadas pela maioria aos partidos PT e PSDB, respectivamente.

Definir um posicionamento político apenas pelo viés partidário pode ser uma armadilha repleta de estereótipos, já que essa divisão binária não reflete a complexidade e contradições da sociedade. O fato é que não existe um consenso quanto a uma definição comum e única de esquerda e direita. Existem “várias esquerdas e direitas”, porque esses conceitos são associados a uma ampla gama de pensamentos políticos.

Para os brasileiros a diferença entre as ideologias não parece tão clara. Em 2014, durante as eleições, a agência Hello Research fez um levantamento em setenta cidades das cinco regiões do Brasil, perguntando como os brasileiros se identificavam ideologicamente. Dos 1000 entrevistados, 41% não souberam dizer se eram ideologicamente de direita, esquerda ou centro.

A porcentagem dos que se declaram de direita e esquerda foi a mesma: 9%. Em seguida vem centro-direita (4%), centro-esquerda e extrema-esquerda, ambas com 3%, e extrema-direita (2%). Quando a pergunta foi sobre a tendência ideológica de sete partidos (DEM, PT, PSDB, PSB, PMDB, PV, PDT, Psol, PSTU), mais de 50% não souberam responder.

Em determinados momentos da história, ambas as ideologias assumiram posturas radicais e, nessa posição, tiveram efeitos e atitudes muito parecidas, como a interferência direta do Estado na vida da população, uso de violência e censura para contra opositores, e a manutenção de um mesmo governo ou liderança no poder.

Ao longo do século 20, parte do pensamento de esquerda foi associada a bases ideológicas como marxismo, socialismo, anarquismo, desenvolvimentismo e nacionalismo anti-imperialista (que se opõe ao imperialismo).

O mesmo período viu florescer Estados de ideologias totalitárias como o nazismo (1933-1945), fascismo (1922-1943), franquismo (1939-1975) e salazarismo (1926-1974), que muitas vezes se apropriaram de discursos da esquerda e da direita.

Outro tema fundamental para as duas correntes é a visão sobre a economia. Os de esquerda pregam uma economia mais justa e solidária, com maior distribuição de renda. Os de direita seriam associados ao liberalismo, doutrina que na economia pode indicar os que procuram manter a livre iniciativa de mercado e os direitos à propriedade particular. Algumas interpretações defendem a total não intervenção do governo na economia, a redução de impostos sobre empresas, a extinção da regulamentação governamental, entre outros.

Mas isso não significa que um governo de direita não possa ter uma influência forte no Estado, como aconteceu na Ditadura. Em regimes não democráticos, a direita é associada a um controle total do Estado.

Direita e esquerda também se dividem em questões morais. Avanços na legislação em direitos civis e temas como aborto, casamento gay e legalização das drogas são vistas como bandeiras da esquerda, com a direita assumindo a defesa da família tradicional.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: