Lendas Urbanas – O Que São?

As lendas urbanas fazem parte do imaginário infantil e adulto há muito tempo. Elas substituíram, de certa forma, as lendas folclóricas oriundas das matas e das florestas. Como no mundo moderno quase ninguém tem contato com a natureza e seus mitos, outras histórias foram criadas a partir do estilo de vida das grandes cidades. Essas histórias, normalmente, envolvem assombrações e seres fantásticos, que protegem algum lugar e aterrorizam as pessoas.

As principais características das lendas urbanas são a transmissão via oral ou pela internet, e a velocidade com que se propagam. Uma lenda desse tipo pode rodar o mundo em apenas algumas horas com auxílio das redes de relacionamento.

MLN

O Monstro do Lago Ness, talvez, seja a lenda urbana mais conhecida de todas e também uma das mais antigas. Seu berço é a Escócia, país onde existe a crença em um terrível monstro que mora nas profundezas do Lago Ness. Um dos primeiros relatos foi feito em 1933 por um casal que afirmou ter visto um animal com 9 metros de comprimento, cor cinza escuro e cabeça semelhante a de uma cobra. Até hoje, ouve-se histórias a respeito de novas aparições, mas ninguém nunca conseguiu um prova contundente.

Outros exemplos de lendas urbanas são: Pé Grande, O Abominável Homem das Neves e a Bruxa do Espelho.

No Brasil, as lendas urbanas podem ser comparadas às lendas indígenas ou às histórias compartilhadas pelo folclore, como as lendas do Saci, Curupira, Mula sem cabeça e Boitatá. A diferença é que o cenário das lendas urbanas é outro e seus personagens são mais próximos à realidade das grandes cidades.

Algumas vezes, as lendas urbanas são usadas para “educar” as crianças através do medo, como é o caso do Homem do Saco. Segundo reza a lenda, um homem solitário percorre as ruas da cidade durante o dia e principalmente à noite, em busca de crianças desacompanhadas. Ele as coloca dentro do saco que carrega nas costas e nunca mais retorna.

LB

Outra história bastante popular é a da Loira do Banheiro, muito comum entre estudantes. Segundo a lenda, se evocarmos a presença fantasmagórica da moça em frente a um espelho, ela aparece e passa a assombrar quem a provocou.

Uma história real, ocorrida em meado dos anos 60, deu origem a uma lenda urbana muito interessante: O Palhaço da Kombi. De acordo com a lenda, um palhaço na cidade de Osasco (São Paulo) sequestrava crianças para vender seus órgãos. O alvo principal eram as escolas públicas, ele possuía ajudantes e dirigia uma Kombi azul.

Livros de Gil  DePaula – www.amazon.com.br ou www.clubedeautores.com.br > Digite Gil DePaula

Livros-de-Gil-DePaula Crônica da Família: O Vovô Marcílio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: