Últimas do blog

SOBRE ROLLEMBERG, PINÓQUIOS E GEPETOS

Por Gil DePaula

pinoquio-tile-1024x341 SOBRE ROLLEMBERG, PINÓQUIOS E GEPETOS

Serão os políticos (em sua maioria) bonecos de madeira que feito Pinóquios criados por Gepetos invisíveis, sempre tenham a mentira como arma principal para serem eleitos em suas campanhas? Bem… É o que me pergunto quando vejo a situação de Brasília diante do governo atual e as dezenas de promessas não cumpridas pelo atual Governador. Pois vejamos:

Em 26 de outubro de 2014, Rodrigo Rollemberg foi eleito Governador de Brasília, com 812.036 votos.

Confirmado o resultado o futuro Governador declarou: “Tenho convicção de que não sou o salvador da pátria, mas que com o apoio da população vamos resgatar o sonho de JK”. Esta declaração e outras, juntamente com as numerosas promessas de campanha, fizeram o cidadão do Distrito Federal acreditar que após os desastrosos governos anteriores laivados pela corrupção e/ou má gestão, finalmente teríamos um governo que resgataria a dignidade do Distrito Federal.

Passados quase dois anos que Rollemberg assumiu o governo, o que vemos e vão listadas abaixo, é que mais de 90% das promessas realizadas não foram cumpridas, parcialmente ou em sua totalidade, bem como que; os quesitos segurança, saúde e educação que são aqueles que mais interessam a população, continuam no caos fazendo com que se destaque o nariz de madeira do atual Governador.

Hoje, pelo site www.podereremrede.com.br assistir a uma entrevista do ex deputado Alírio Neto, atual presidente do PTB, em que ele levanta as questões das promessas e compromissos não cumpridos por Rollemberg, e se compromete a lutar por um projeto para dignificar nosso Distrito Federal.

O que espero como cidadão é que projetos que tragam melhoria na segurança, melhoria na saúde, empregos, lazer, educação, transporte e vida social, bem como outros, tornem-se realidade, e que, ainda, surja uma liderança capaz de motivar por sua probidade, capacidade de gestão e vontade de trabalhar, o cidadão do Distrito Federal que maciçamente desconfia dos políticos. Tenho certeza, que na hora em que tivermos alguém com estes predicados, terá o apoio total da nossa população e fará história em Brasília.

ALGUMAS DAS PROMESSAS DE ROLLEMBERG

DIMINUIR O NÚMERO DE ADMINISTRAÇÕES REGIONAIS
A redução da quantidade de administrações regionais levará ao corte de cargos em comissão e, consequentemente, diminuirá os gastos do governo. Não foi estabelecido um número. O DF tem 31 administrações regionais.

PAGAR EM DIA O SALÁRIO DOS SERVIDORES PÚBLICOS
Rollemberg se comprometeu a fazer ‘todos os esforços possíveis’ para garantir que os servidores públicos recebam em dia.

PROMOVER ELEIÇÕES DIRETAS PARA AS ADMINISTRAÇÕES REGIONAIS
Mudar o sistema de escolha dos representantes locais: em vez de o governador determinar o nome do gestor, os moradores farão a escolha. É necessário ser ficha limpa e habitar a região para se candidatar.

EXPANDIR O METRÔ
Concluir as estações do metrô na Asa Sul, construir novas estações em Ceilândia e outras em Samambaia e levar o serviço até a Asa Norte.

REDUZIR EM 60% O NÚMERO DE CARGOS COMISSIONADOS
Enxugar a máquina pública, por meio da supressão de secretarias ‘que não fazem sentido’, e convocar concursados para assumir parte dessas vagas.

CRIAR 10 MIL VAGAS PROFISSIONALIZANTES
Ampliar a oferta de educação profissional e tecnológica.

GARANTIR INFRAESTRUTURA NO RETORNO ÀS AULAS
Um balanço da equipe de transição aponta que 336 das 657 escolas públicas precisam de algum tipo de obra.

MELHORAR OS SALÁRIOS DOS PROFESSORES
O objetivo é aumentar os salários para ‘valorizar os profissionais’. A data e o percentual de reajuste não foram informados.

EXPANDIR O ENSINO INTEGRAL
Aumentar o número de escolas que oferecem ensino integral.

CONSTRUIR 369 CRECHES
Proporcionar vagas para 62 mil crianças com idades entre 0 e 3 anos em até quatro anos. As construções devem ocorrer em todas as regiões administrativas do DF.

PROMOVER UMA REVISÃO CURRICULAR
Oferecer, além das disciplinas tradicionais, aulas de empreendedorismo, arte, cidadania e cultura.

IMPLANTAR O BILHETE ÚNICO
Criar o bilhete único no primeiro ano de governo, permitindo o acesso a ônibus, metrô e BRT pagando somente uma passagem.

PAGAR EM DIA AS EMPRESAS DE ÔNIBUS
O objetivo é evitar que motoristas e cobradores entrem em greve para cobrar o pagamento de salários e benefícios.

COMPRAR NOVOS TRENS
Modernizar o sistema de trens e otimizar a operação.

IMPLANTAR TRENS REGIONAIS
Desenvolver ligações ferroviárias para transporte de passageiros e cargas com Luziânia (GO), Goiânia (GO) e Águas Lindas (GO).

IMPLANTAR O TREM URBANO LEVE
Ligar o Sol Nascente (Ceilândia) ao Riacho Fundo, passando pela via Hélio Prates, Avenida Comercial de Taguatinga e Pistão Sul.

CONTRATAR 485 EQUIPES PARA O PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA
Garantir o acesso à Atenção Básica e incentivar uma postura de prevenção, reduzindo o número de pessoas doentes.

CONSTRUIR DUAS FARMÁCIAS DE ALTO CUSTO
Novas unidades serão erguidas no Gama e em Sobradinho.

CONSTRUIR O HOSPITAL DO CÂNCER
Erguer uma unidade de saúde de referência no tratamento oncológico

REFORMAR O HOSPITAL REGIONAL DE CEILÂNDIA
Reformar o pronto-socorro e fazer uma casa de parto.

CONSTRUIR UM HOSPITAL DE TRAUMAS
Erguer uma unidade de saúde de referência no tratamento de traumas, como acidentes de trânsito.

REABASTECER UNIDADES DE SAÚDE COM REMÉDIOS
Balanço feito pela equipe de transição aponta que faltam 314 tipos de medicamentos, dos 850 oferecidos, nas farmácias públicas.

CONTRATAR 2 MIL AGENTES COMUNITÁRIOS
Reforçar a prevenção a doenças, orientado diretamente a população em relação a hábitos alimentares e de higiene, além de identificar possíveis focos de doença.

MELHORAR OS SALÁRIOS DOS MILITARES
Aumentar os salários de policiais militares e bombeiros, além de retomar as discussões sobre reestruturação da carreira.

FORNECER A SENHA DE ACESSO AO SISTEMA DE GESTÃO GOVERNAMENTAL, COM DADOS DO ORÇAMENTO, PARA TODA A POPULAÇÃO
Permitir que todos os moradores tenham acesso aos dados. Atualmente, isso está restrito aos deputados distritais.

PÔR PAINÉIS EM ÁREAS DE GRANDE CIRCULAÇÃO INFORMANDO GASTOS DO GOVERNO
Ter ‘diários oficiais populares’, ajudando a população a acompanhar ações do governo. Entre os dados a serem exibidos estão os de empresas contratadas, quanto recebem e que serviço devem executar.

CRIAR O CONSELHO DE TRANSPARÊNCIA E CONTROLE SOCIAL
Estrutura deveria ter sido criada na primeira semana do mandato (conforme promessa), composta por membros da sociedade civil.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: