Últimas do blog

Piadas de Casais

Piadas-de-casais Piadas de Casais

Zé do Vento

Zé do Vento

Certo dia um cara chamado José inventou de casar. Sua esposa engravidou, e nove meses depois, quando ela foi fazer o parto, era gravidez psicológica, só ‘vento’.
Aí colocaram o apelido nele de ‘Zé do Vento’.
Onde ele passava os caras gritavam: Zé do Vento, Zé do Vento.
Ele se enraivou e começou matar gente. Quem o chamava de Zé do Vento ele matava.
Certo dia o padre lhe chamou e disse:
-Faça isso não, você está pecando diante de Deus, só porque lhe chamam de Zé do Vento?
Zé do Vento falou:
– Tudo bem padre, não farei isso mais.
Quando saiu da igreja, o padre ouviu uns tiros, quando olhou, era Zé do Vento. O padre disse:
– Mas Zé, você acabou de prometer diante de Deus que não faria mais isso!
Zé do vento responde:
– Padre, ser chamado de Zé do Vento até que vai, mas pedir meu pinto para encher pneu de bicicleta, isso eu não aceito.

O divórcio

O divórcio

No Tribunal, o Juiz entrevista o casal que quer se divorciar:
– Por que é que o senhor quer o divórcio?
– Sua Excelência! – responde o homem. – A minha mulher é preguiçosa e péssima dona de casa. E além do mais, estou farto de chegar em casa e ver sempre um vira-lata na nossa cama.
– Isso não me parece ser motivo suficiente para o divórcio! – exclama o Juiz e virando-se para a mulher:
– E a senhora? O que tem a senhora a dizer?
– Sr. Juiz, o meu marido não respeita ninguém! O senhor ouviu como ele trata o melhor amigo dele?

O Cuco

O Cuco


Uma mulher confidenciando a amiga:
– Na noite passada, fui convidada para uma reunião com ‘as meninas’. Eu disse a meu marido que estaria de volta à meia-noite. Mas as horas passaram rápido e a champanhe estava rolando solta. Por volta das três horas da manhã, bêbada feito um gambá, eu fui para casa. Mal entrei e fechei a porta, o cuco no hall disparou e ‘cantou’ três vezes.
Rapidamente, percebendo que meu marido podia acordar, eu fiz ‘cuco’ mais nove vezes. Fiquei realmente orgulhosa de mim mesma por ter uma ideia tão brilhante e rápida (mesmo de porre), para evitar uma briga com ele.
Na manhã seguinte, meu marido perguntou a que horas eu tinha chegado, e eu disse a ele:                                                – meia-noite. Ele não pareceu nem um pouquinho desconfiado. Achei que daquela eu tinha escapado! Foi aí que que ele disse:
– Nós precisamos de um novo cuco.
Quando eu perguntei por que, ele respondeu:
– Bom, esta noite nosso relógio fez ‘cuco’ três vezes e depois disse ‘car**ho!’. Fez ‘cuco’ mais quatro vezes, pigarreou, cantou mais três vezes, riu, cantou mais duas vezes. Daí tropeçou no gato, derrubou a mesinha da sala e vomitou…

O Drink

O Drink


Uma moça e o seu namorado vão a um Bar. Quando chegou a vez dela pedir uma rodada, ela diz ao seu namorado que tinha ouvido falar de uma bebida excelente e que ele devia experimentar.
A moça pede uma cerveja para ela, e para o namorado pede um copo de Vibots e outro com suco de limão. Depois diz ao namorado:
– Beba o Vibots e guarde dentro da boca, depois beba o suco de limão e tente ficar com a mistura na boca o maior tempo possível.
O rapaz faz o que a namorada diz. Primeiro o Vibots, causando uma agradável sensação de calor, de doçura, textura cremosa e uma boa impressão. Em seguida toma o suco de limão: Depois de três segundos: a cara do namorado fica com a cor do suco de limão. O gosto é simplesmente horrível! Depois de seis segundos: o rapaz hesita entre vomitar ou engolir a bebida. Decide engolir. Pê da vida, ele pergunta como se chama esse raio de drink. Ela diz-lhe ao ouvido:            – Chama-se ‘a vingança do boq**te!’

A Pescaria

A Pescaria

Três amigos estão no meio de uma pescaria.
– Esta pescaria vai me custar caro – comentou o primeiro. – Tive que prometer a minha mulher que iria almoçar com a mãe dela neste final de semana.
– Pra mim, vai custar mais caro ainda – comentou o segundo. – Tive que prometer a minha mulher lavar a louça do jantar durante uma semana.
– Pra mim saiu de graça – emendou o terceiro. – Assim que acordei eu disse a minha mulher:
– Hoje eu gostaria de passar o dia inteiro transando ou pescando, o que você prefere meu bem?

O Pesadelo

O Pesadelo


O rapaz passava a primeira noite com sua noiva. Após várias sessões de amor, adormeceram. De madrugada, ela começou a gritar. Ele a acordou preocupado. Ela, com voz trêmula, explicou que tinha tido um pesadelo. Sonhou que estava dependurado à beira de um precipício, e que só não caiu porque se agarrou desesperadamente a um galho de uma árvore, que ficava na beira do precipício.
– Agora já passou – disse ele, confortando-a. – Fique tranquila e volte a dormir.
– Já estou mais calma. Durma também, querido.
– Tá, meu amor. Só estou esperando você soltar o galho.

Pedido de Separação

Pedido de Separação


Um casal viajava de carro na rodovia dos Bandeirantes a 100 km/h. A esposa falou:
– Querido, nós estamos casados há quinze anos, agora eu quero o divórcio.
O marido nada disse e aumentou a velocidade para 120 km/h. A esposa continuou:
– Eu não quero que você peça para eu mudar de ideia, pois estou apaixonada pelo seu melhor amigo. Aliás, ele é muito melhor de cama que você.
O marido calado, aumentou a velocidade para 130 km/h. Ela continuou:
– Eu quero a casa!
O marido aumenta a velocidade para 140 km/h. Ela continuou:
– Eu quero ficar com as crianças.
O marido aumenta a velocidade para 150 km/h. Ela completa:
– Eu quero o carro, e o dinheiro das aplicações.
O marido calado, aumenta a velocidade para 160 km/h. Ela então pergunta:
– E você, tem alguma que coisa que vai querer?
Ele responde:
– Não, eu tenho tudo que poderia querer.
– O que você tem? – Pergunta a mulher.
O marido responde:
– Eu tenho o airbag! … e você não.

Triteotero

Triteotero


Um casal está desesperadamente tentando ter um filho. Já consultaram todos os médicos, fizeram todos os exames, tentaram todos os métodos… Em vão. Até o dia em que ouvem falar de um super professor americano que consegue milagres.
Eles compram uma passagem para os Estados Unidos e vão consultar o professor. Como eles não falam inglês e nem o professor fala português, este dá a entender por gestos que ele quer que eles pratiquem sexo para que ele possa diagnosticar.
Inicialmente sem jeito, o casal começa a trabalhar. O professor os examina sob todos os ângulos, e depois de um tempo manda-os parar. Ele vai até a mesa dele e escreve uma receita.
Super feliz, o casal volta para casa. Assim que chega, o marido vai à farmácia e pergunta:
– O senhor tem Triteoterol?
O farmacêutico responde:
– Triteoterol?… Triteoterol?… Não conheço. O senhor tem a receita? O sujeito dá a receita ao farmacêutico. Esse lê e responde:
– O senhor leu errado. Está escrito “Try the Other Hole”!

Bigolin Verde

Bigolin Verde


Um sujeito casado volta de uma viagem de negócios na China onde ele aproveitou para conhecer algumas garotas de programa. Só que quando ele volta seu pinto está todo verde.
Ele esconde isso da mulher do jeito que pode e vai consultar um médico. O médico olha o órgão do sujeito e diz debochando:
Ahaha! Você foi para a China!
– É verdade.
– E conheceu umas garotas de programa!
– É verdade!
– Infelizmente, isso não tem cura. Vamos ter que cortar!
O sujeito nem acredita no que ouve. Ele vai ver outro médico, mas o diagnóstico é o mesmo. O sujeito está super deprimido, e vai consultar um urologista que também confirma o diagnóstico. Ele decide confessar suas escapadas à mulher que, depois de uma boa descompostura, o aconselha a ver um médico chinês, um legítimo, lá na China. Afinal eles devem estar acostumados com esta doença.
O sujeito volta então para a China e marca uma consulta com um médico de renome. Ao examiná-lo, o médico dá uma risadinha:
– Heheheh! O senhor esteve na China recentemente!
– É verdade.
– E o senhor fez umas bobagens com as garotas?
– É verdade.
– E o senhor foi ver um médico brasileiro?
– É verdade.
– E o médico brasileiro lhe disse que teria que cortar?
– É verdade.
– Médico brasileiro não sabe nada! Não precisa cortar.
O sujeito nem acredita! Seu pesadelo acabou!
– Então existe um tratamento para isso?
– Não! Mas não precisa cortar. Cai sozinho.

Adão e Eva

Adão e Eva


Deus tinha terminado sua obra de criação do Universo quando se deparou com duas coisas que ele havia esquecido de implantar. Resolveu então dá-las a Adão e Eva.
Ele contou que uma das coisas que tinha era algo que permitiria ao seu dono urinar em pé.
– É uma coisa muito prática – disse Deus – e gostaria de saber quem de vocês dois a deseja.
Adão deu um pulo e implorou:
– Ó Senhor, dê isso para mim! Eu adoraria poder urinar em pé. Parece ser o tipo de coisa que um homem deve poder fazer. Por favor, por favor, por favooooor!
Ele saltitava de emoção como uma criança.
Eva sorriu e disse a Deus que se Adão queria tanto essa coisa, que ficasse com ele.
Então Deus deu a Adão a coisa que lhe permitiria mijar de pé e o deixava tão excitado.
Adão começou a mijar em tudo o que via, nas plantas, nas árvores, para o alto. Chegou até a escrever seu nome na areia, dando gargalhadas de prazer.
Deus e Eva ficaram olhando-o por uns tempos e então Deus disse a Eva:
– Bom, eu ainda tenho a outra coisa e vou dá-la a você.
– E o que é, Senhor? – perguntou Eva.
– O cérebro. – disse Deus.

Livros de Gil DePaula

Livros de Gil DePaula

Foto-Resumo-THP-1 Piadas de Casais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios *

*

Solve : *
12 + 30 =


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: